Mensagem recebida no EAC 2012 – Urbano de Assis Xavier

Psicografia

Aos queridos irmãos de Ideal Espírita

Que o Senhor nos conceda sua paz!

Neste momento de alegrias intraduzíveis, em que o plano espiritual se irmana aos companheiros encarnados, não poderíamos deixar de trazer a nossa mensagem.

As vibrações ambientes, proporcionadas pelos pensamentos direcionados para a alegria, a paz e o amor, produzem emanações que são direcionadas para o ambiente psíquico da cidade que nos recebe, envolvendo a todos os seus habitantes.

Foram momentos aproveitados por encarnados e desencarnados que vieram de longe para igualmente participar deste evento, e que deixarão este local renovado e cheio de bons propósitos.

Quantidade enorme de entidades, a par das atividades materiais, era auxiliada por nossos benfeitores e trabalhadores do Além.

Fica-nos, porém, o compromisso, para que possamos trabalhar todos os conhecimentos recebidos à benefício de nós mesmos e do próximo.

Como espíritas, não nos basta o conhecimento. É necessária a aplicação desses conhecimentos e informações que nos chegam

Desse modo, meus irmãos, compete a cada um, ao sair daqui, buscar a verdadeira renovação, aquela que vem do íntimo e que nos tornará verdadeiros homens de bem.

O conhecimento é importante, mas sem a aplicação tornar-se-á inócuo.

Então, que todos nós possamos deixar este local que nos abrigou nestes dias, com o espírito renovado, para sermos os arautos de tudo aquilo que acreditamos.

O Evangelho de Jesus é luz inapagável, e a Doutrina Espírita nos auxilia o entendimento e a aplicação através de todos os necessitados que cruzam nossos caminhos, sedentos de paz e amor, entendimento e esperança.

Multipliquemos as dádivas recebidas, como aquele semeador que saiu a semear, para que as Sementes de Luz não se percam por nosso descaso.

Recebam todos, o nosso carinho e votos de um trabalho profícuo e libertador, nessa época de transição, em que nos preparamos para grandes transformações.

O abraço fraterno do amigo,

Urbano

 

Matão (SP), 23/09/2012.

(Recebida de Urbano de Assis Xavier, por Célia Xavier de Camargo, por ocasião do encerramento do II Encontro Anual Cairbar Schutel, em Matão (SP))