Category: Prossiga

Muita gente pergunta – Prossiga – 39

Devemos ser cautelosos nas tentativas de nos comunicar com entes queridos, sempre refletindo para não prejudicarmos os que já partiram e a nós mesmos.  

Cidadania – Prossiga – 37

Devemos exercer nossa cidadania e fazer o que estiver ao nosso alcance para que a vida flua em abundância, sempre pensando no coletivo.  

Velórios e enterros – Prossiga – 034

O bom senso nos diz que em um momento delicado como esse, devemos guardar para nós más impressões e colocações desnecessárias. Oferecendo conforto e solidariedade aos presentes, e levando paz e gratidão a quem se foi.      

Matar por acidente – Prossiga – 033

Há acidentes que não podemos evitar, e que às vezes resultam em morte. E se assim é precisamos tomar cuidado para que a culpa não paralise a vida. Se não houve intenção de fazer o mal temos que pedir perdão e nos perdoar por isso.      

Tipos de homicídio – Prossiga – 032

Quando nos deixamos levar fortemente pelas emoções perdemos a razão, e os resultados das nossas ações podem ser terríveis. Não podemos condenar os homicidas de que temos notícia, porque costumam ser pessoas que estão fora dos limites da racionalidade.    

Cumprimento do dever – Prossiga – 031

A policiais e militares devem zelar pela sociedade. Porém, existem situações limite que podem acarretar mortes. Se forem obrigados a tal, de certa forma justifica-se o dever, mas nada o justificará se no fundo estiverem agindo com crueldade.  

Um morto pode voltar? – Prossiga – 030

Todos somos espíritos. Quando uma pessoa morre ela não pertence mais ao plano carnal, mas pode ser vista e percebida por entes queridos e conhecidos. Isso acontece porque os laços de afeto não se rompem com a morte do corpo.    

Pena de morte – Prossiga – 029

A pena de morte é ainda liberada em alguns países, entretanto ela não resolve os problemas da criminalidade, por mais que seja perverso o criminoso, sempre há recuperação.